quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Memórias da Placa - 22/09/08

Já fazem mais de quatro semanas que eu estou trabalhando nessa porcaria de campanha e mais de duas horas que eu estou sentada nesse banquinho, na esquina da Mariz e Barros com a Moreira César -mais poderia muito bem ser do 5º Círculo do Inferno com a Puta Que Pariu.
Já fazem mais de quatro semanas mais ainda não me acostumei a essa sensação horrível de estar no meio do trânsito de gente e carros, da mais que leve humilhação e dos olhares de desprezo, que começam na minha cara, passam pelos meus tênis, pela placa e terminam na minha cara outra vez. Porque 'material humano' tem cara, não rosto. Rosto é pra candidato e coordenador de campanha. Material humano tem cara e direito a trabalhar sorrindo, 'porque está ganhando muito bem'.
Já fazem mais de quatro semanas, e finalmente desenvolvi algumas técnicas, pequenos escudos pra me proteger do trânsito de gente e de carros, da humilhação e dos olhares, dos coordenadores intelectualmente deficientes e altamente mal-educados. O segredo é ligar o mp3 o mais alto que puder sem prejudicar (ainda mais) a própria audição e deixar a sua trilha sonora pessoal substituir os sons das esquinas. Aí os ônibus tem a voz do Richard Ashcroft, os outros colegas de trabalho e seu português [s]errado[/s] coloquial ganham os riffs do Placebo, e os olhares soam como o sonho pós-adolescente do McFLY(só mais 19 dias !); uma expressão blasé, tipo, 'eu seguro essa placa de candidato a vereador e ainda acho você uó'; um livro pro tempo passar mais rápido e o cerébro não perder o ritmo (com tanto 'praca-panfreto-pobrema' não há como resistir à osmose); e finalmente, um único pensamento, mais que um mantra, uma ideologia: 'O PAGAMENTO SAI NO SÁBADO, O PAGAMENTO SAI NO SÁBADO'.
Já fazem mais de quatro semanas, estou mais cínica e acreditando menos na democracia do que nunca, e em mais quinze dias dou adeus a isso tudo.
Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

I like it rough.
Evitem delicadezas.