terça-feira, 16 de março de 2010

cena #4

Entra a música.
E. entra no quarto e bate a porta. Pega a caneca vazia em cima da tv e arremessa contra a parede. Tira a roupa. Se enrola na toalha e segura a maçaneta. Respira fundo e se apressa pelo corredor, entrando no banheiro e batendo a porta, de novo.

Senta na tampa da privada, apertando a toalha contra o corpo e apertando os lábios um contra o outro, fazendo força.
Entra no box, debaixo d'água, e deixa escapar um grito. Chora. Chora com o corpo inteiro, sacudindo os ombros e apertando a barriga. Diminui a música, corta pro corredor.

Do lado de fora, a mãe de E. escuta tudo. Fala contra a porta, esperando que a filha escute.

- Desculpa.

E. não escuta.

A mãe volta pra cozinha.

Corta pro box.
E. termina o banho, volta pro quarto. Fica encarando os restos da caneca no chão. Pega um caco e fica segurando na ponta dos dedos.

Aumenta-se a música, fade out.

2 comentários:

I like it rough.
Evitem delicadezas.