segunda-feira, 24 de junho de 2013

7 meses.

Sinto que já perdi tudo. A juventude, as pernas, o brilho no olhar, a confiança, a vontade. São horas demais em meio a estantes repletas de livros que já não me dizem nada, viagens de ônibus demais, essa ponte cruzada vezes demais, dias que se transformaram em sequências numéricas, mecânicas porém imprecisas, listas das quais eu não quero mais fazer parte, exceto uma, e justo aquela que se recusa a me incluir.

Foi um nó dos mais simples de se tecer, porque é tão difícil me desamarrar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

I like it rough.
Evitem delicadezas.